segunda-feira, 2 de julho de 2012

O que é um Microconto?


O que é um Microconto?


Os microcontos constituem-se numa nova vertente da microliteratura, consagrada pelo escritor guatelmateco Augusto Monterroso. Uma das suas mais célebres obras, "O dinossauro", é considerado o menor conto da literatura mundial: "Cuando despertó, el dinosaurio todavía estaba allí" - "Quando acordou, o dinossauro ainda estava lá". O repto em destaque é contar alguma coisa em pouquíssimas palavras de calculados toques.

Deve-se ressaltar que os microcontos, tanto na forma quanto no conteúdo, diferem-se dos poetrix, dos haikais e das meras frases soltas. Um microconto caracteriza-se por ser micro-narrativa, que prima pela concisão e brevidade e causa no leitor um efeito de impacto. Este impacto pode ser provocado pelo essencial que permanece no ar e se confunde ao ritmo da atmosfera, pela forma de narrar ou, ainda, pela linguagem sedutora do autor.

Conquanto sejam buliçosas as diretrizes, optei/prefiro, nesta minha nova aventura literária, realizá-los em no máximo 150 caracteres (contando espaços, letras e pontuação). Não obstante, realizo alguns mais extensos, mas nunca com mais de 300 caracteres.

Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário